Buscar

Um manifesto ou a gente escreve de puro engasgo

Atualizado: Mai 23

Viviana Ribeiro

20180722 Um homem um marido joga Tatiane pela janela do quarto andar da casa do casal

20170720 A amiga diz para outra amiga que tem medo do namorado e dorme com uma faca embaixo do travesseiro 20180219 A amiga diz para outra amiga que não consegue romper com o namorado que a agride 20180722 Tatiane diz para amiga que está criando coragem para se separar do marido que “tem ódio mortal dela”

20180807 o que sai nos jornais é: “Mulher cai da janela do quarto andar...” Embora no corpo da reportagem, escrevam coisas do tipo “marido está preso e é suspeito de feminicídio...” 19702014 no corpo da reportagem não importa, ninguém lê O que importa são as manchetes 20180808 Uma planta cai da janela Um sapato cai da janela Uma mulher que já chega em casa apanhando do marido e continua apanhando ininterruptamente não cai da janela. mesmo se ela estivesse tentando fugir. 20180315 É necessário é urgente ensinar as crianças que um homem - marido namorado companheiro irmão pai tio filho estranho estrangeiro - não pode matar um corpo, especialmente, de mulher

2018010120180808

É necessário é urgente aprender a criar outras relações entre nós 20180720 Todos são iguais. não somos todos iguais. e homens matam mulheres porque estão convictos que podem. e há forças sociais seculares que fundaram e mantêm essa convicção 20180808 Poder: capacidade ou possibilidade de Possuir força física ou moral Ter ocasião ou meio de Ter força, vontade ou energia moral para Ter domínio ou controle sobre Direito ou capacidade de decidir, agir e ter voz de mando; autoridade Possibilidade, natural ou adquirida, de fazer determinadas coisas Supremacia em dirigir e governar ações de alguém pela imposição da obediência, domínio, influência Ter força física para Ter força histórica política e social para

12152018 Ao longo dos séculos, homens estão convictos de que podem matar mulheres

201807270828

Tatiane Silvia Ana Maria Rosa Cláudia – o caso singular como marca da história –

19751020 A questão fundamental é indagarmos quais as condições que tornaram possível tal convicção masculina e as forças sociais que a promoveram/promovem ou que dela foram/são cúmplices

2003152018

Como surgiu o patriarcado?

20180808 A questão do controle violento do corpo da mulher, especialmente, a reprodução, está no centro do capitalismo. de XII até hoje 197519852018 Se Marx tivesse atentado para a história violenta das mulheres e percebido como essa violência é um dos elementos centrais da formação e manutenção da sociedade capitalista, talvez...talvez, tivesse eleito as mulheres [e não os proletários] como as protagonistas da revolução

Fontes das Imagens:

1. https://mronline.org/wp-content/uploads/2017/11/image-294779-galleryV9-kgzo-294779.jpg

2. https://www.ancient-origins.net/sites/default/files/styles/large/public/Cover-of-the-seventh-Cologne-edition.jpg?itok=A_OMwfH0

3. http://cdn.inquisitr.com/wp-content/uploads/2017/05/Hulus-The-Handmaids-Tale-Australia-SBS-Hulu-poster.jpg

#Mulheres #Violênciacontraasmulheres #Capitalismo #MartelodsFeiticeiras #OCalibãeabruxa

94 visualizações1 comentário

O uso não autorizado do conteúdo e imagem pertencentes ao IPIA configura violação de propriedade intelectual sujeita a penalidade.