Buscar

Curso online Ler os judeus: literatura de resistência

Atualizado: Jul 1


Arte com gravura de Bruno Schulz, retirada do livro "Ficção completa",

publicada pela Cocac & Naif em 2012.


A expressão escrita sempre foi, para os judeus, uma das formas mais elevadas de expressão. Alguns dizem que esse fenômeno se dá pela proibição divina de adorar imagens, que teria inclinado o imaginário judaico para as palavras. Porém, mais do que expressão provável e possível, a literatura judaica é uma expressão fantástica. Fantástica em vários sentidos; com as palavras os judeus pensaram o mundo como ele é e fizeram literatura de memória e testemunho. Com as palavras os judeus pensaram sobre o seu lugar no mundo, e fizeram literatura de identidade e resistência. Com as palavras os judeus recriaram o mundo, pois testemunharam eventos terríveis que precisavam ser repensados, recriados e ressignificados.


Nesse curso, imaginação, fantasia, relato, memória e história se atravessam nessa grande expressão da potência humana, que se manifesta como resistência e capacidade de pensar, criar e recriar. Inscreva-se!


【 E M E N T A 】


Aula 1 】 A formação histórica do “povo do livro”, a identidade pelas letras e o papel da literatura na criação da memória de resistência

Professoras: Júlia Myara, Maria Izabel Varella e Viviana Ribeiro


Aula 2 】 "Mas qual é essa grande tarefa de nosso tempo? É a emancipação." Heinrich Heine

Professor convidado: Mauricio Rocha e professora Viviana Ribeiro


Aula 3 】 A alegre lucidez da literatura menor de Franz Kafka

Professores: Viviana Ribeiro e Álvaro Lazzarotto


Aula 4 】 Esquecer jamais – literatura de testemunho e formação de um mundo pós holocausto. Aleksander Laks

Professora: Julia Myara


Aula 5 】 Fundar um novo mundo. Bruno era escritor antes de ser Salmão. Bruno Shulz

Professora: Julia Myara


Aula 6 】 É isto um homem? Literatura como fundadora de memória da resistência

Professoras: Maria Izabel Varella e Viviana Ribeiro


Aula 7 】 "A peste acabou mas a infecção grassa" Primo Levi

Professor convidado: Mauricio Rocha e professoras Viviana Ribeiro e Maria Izabell Varella


Aula 8 】 Primo Levi: o químico escritor: Literatura como combate ao embrutecimento da sensibilidade e percepção

Professoras: Maria Izabel Varella e Viviana Ribeiro


Aula 9 】 Como criar vitalidade em uma organização de mundo onde tudo conduz a aniquilação? Ver: Amor, David Grossman

Professora: Viviana Ribeiro


Aula 10 】 'Onde fica na Terra a pátria do povo judeu?" Amós Oz

Professora: Viviana Ribeiro e Julia Myara


Aula 11 】 Uma história de amor e trevas. Amós Oz

Professora: Viviana Ribeiro e Julia Myara


Aula 12 】 Encerramento


【 I N S C R I Ç Ã O 】

Preencha o formulário: https://bit.ly/3ez8VTV



【 Q U A N D O 】

Às quintas -feiras, dias 16/07, 23/07, 30/07 e 06/08, 13/08, 20/08, 27/08, 03/09, 10/09, 17/09, 24/09 e 01/10 das 19:00h às 22:00h.


【 O N D E 】

Plataforma Zoom.


【 I N V E S T I M E N T O 】

Mensal: R$ 300,00/mês para pagamento por depósito ou boleto mensal (o curso tem duração de 3 meses)

Integral: R$ 820,00, valor integral com desconto para pagamento por depósito ou boleto

Cartão: R$ 930,00 para pagamento por cartão de crédito no PagSeguro



【 P R O F E S S O R E S 】


JULIA MYARA é professora e cofundadora do IPIA – Comunidade de Pensamento. Também é doutoranda em História da Filosofia Antiga na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), mestra em Filosofia Antiga na PUC-RIO, graduada em Filosofia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e professora da Pós-graduação Lato sensu em Filosofia Antiga (CCE, PUC-RIO).

Atualmente realiza estudos na área de mitologia com ênfase nas figuras femininas tais como Helena, Medeia, Antígona, etc. Realiza pesquisa em Filosofia Antiga, com foco no pensamento de Platão e Górgias. Desenvolve, também, pesquisa na área de mitologia grega, estudo de gênero na antiguidade, religiões, narrativas míticas comparadas e retórica greco-romana.


VIVIANA RIBEIRO é professora e cofundadora do IPIA - Comunidade de Pensamento.

É doutoranda em Direito pelo Programa de Pós-Graduação na PUC-Rio. Mestra em Filosofia pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal Fluminense (PFI/UFF). Graduada em Direito pelo IBMEC.

Atualmente realiza estudos na área de filosofia política, com ênfase no pensamento de Bento de Espinosa e Gilles Deleuze. Desenvolve, também, pesquisas em literatura e política; literatura e memória. Integrante do GT-Deleuze & Guattari da ANPOF e do Círculo de Leitura Espinosa, realizado na PUC-Rio.


MARIA IZABEL VARELLA é professora do IPIA - Comunidade de Pensamento.

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Direito da PUC-Rio, é mestra e graduada pela mesma universidade.

Atualmente realiza pesquisas na área de direitos humanos e filosofia moderna e contemporânea, com ênfase em temas como história, memória, tempo e experiência política.


ÁLVARO LAZZAROTTO é doutorando em Filosofia pela USP, bolsista da CAPES. É Mestre em Filosofia pela PUC-Rio, e graduado em Comunicação pela UFRJ. Realiza, atualmente, estudos na área de filosofia política, com ênfase na questão da riqueza. Dedica-se, também, ao estudo de autores como Kafka, Espinosa, Marx e Primo Levi, e ao estudo da formação política e social brasileira.


MAURÍCIO ROCHA é professor de Filosofia.

0 visualização
  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • YouTube