Buscar

O reflexo - Parte 4

Atualizado: Ago 13

Kika Hamaoui



Retrato de Adele Bloch-Bauer I, de Gustav Klimt

Por mim eu continuava ali, olhando os olhos do gato, andando de um lado para o outro, só um canto basta, o canto que eu ouvia, o refúgio, a cantora desaparecida aprendendo a cantar. A voz vinha de onde, do prédio ao lado, do espaço, de uma cadeia, a penitenciária que carrega um pouco de nós. Levantei os olhos, o gato ainda me despistava, uma predadora dócil, inofensiva. A força que me impedia de subir era desconhecida, estava guardada, de alguma forma eu sabia, intimamente, que o problema era o barulho. Um carro subindo a ladeira, o bêbado, o louco falando sozinho, os sons que diminuem à medida que o tempo passa, o relógio, quando se olha já marca um horário pouco confortável. Três da manhã, a essa hora, toda essa gente, onde anda?


Com isso me mantive ali, como se não houvesse relógio. Era hora alguma quando passava alguém, sussurrava boa noite, falava alto com outro, seguia decidido, a Lapa estava tão perto. Desconheci também o dia, era quarta, quinta, domingo não era, eu tinha cigarro, eu tinha cigarro? Podia comprar, na banca ali perto, podia ligar para alguém, quem, não sabia, me via assim, um peso, um animal pós acidentado que aprende a andar. O gato miou com raiva eu sei, ainda que fosse revolta, verdade, era para o meu bem, levanta, vai tomar um ar, vai escrever, algo, mas eu não tinha.


Toda a sequência de fatos estava voando na minha cabeça, era impossível alcançá-la, devia me esconder, é verdade, devia ligar para um porto, pedir uma espaçonave. Estava escuro, mais escuro do que se deve estar, era escuro meus olhos, a lâmpada quebrada, era escuro as horas que passavam.


Me vi ali sem vontade. O mundo também, um pouco farto. Existia amanhã, um sol, uma velha senhora voltando do mercado? Meu telefone tocou, não entendi. As vozes aumentavam a diminuíam, o homem que eu via, já tinha passado. Toquei meu joelho, o cabelo, lembrei do cigarro. Tudo que existia era o gato.



Kika Hamaoui é autora e roteirista, formada em Filosofia pela Puc-Rio. Publicou os livros "Dois-Mundos de Antônia", "Replexidão", "Teus Navios são Tuas Coragens", "Do Medo do Tempo e outros rugidos" e a história em quadrinhos "Pérola". É roteirista da Rede Globo e atualmente escreve o programa "Zorra". @kikahamaoui


Às vezes o amor simplesmente acaba. E aí, é preciso um reencontro - com os amigos, coma a família, com a cidade. Consigo.


Confira a história de Luiza na sequência escrita por Kika Hamaoui.

Uma tentativa - Parte 1

Uma tentativa - Parte 2

Uma tentativa - Parte 3

Uma tentativa - Parte 4

O reflexo - Parte 1

O reflexo - Parte 2

O reflexo - Parte 3


#literatura #mulheresescritoras #escritademulheres #KikaHamaoui

27 visualizações

O uso não autorizado do conteúdo e imagem pertencentes ao IPIA configura violação de propriedade intelectual sujeita a penalidade.